Câmara Municipal de Portalegre

O NOSSO LUGAR NO MUNDO

O Concelho de Portalegre fica situado entre a planície e a montanha, enquadrado em pleno Parque Natural da Serra de São Mamede, gozando de uma enorme riqueza cultural, paisagística e gastronómica.

Destacam-se, além das suas paisagens (e o triângulo turístico Portalegre-Marvão-Castelo de Vide), as vastas ofertas de Turismo Rural e Urbano, a sua gastronomia especial, os seus vinhos, azeites e ainda vários produtos regionais (os Rebuçados de Ovos, as Amêndoas de Portalegre, Bolos Fintos, Boleimas, queijos, enchidos, nos quais se destacam a farinheira de Portalegre IGP, o paínho de Portalegre IGP, o chouriço de Portalegre IGP, etc).

 

imagem1

 

A nível de Património Imaterial, destacam-se no distrito as Fortificações de Elvas, recentemente consideradas Património da Humanidade pela UNESCO, e outros em via de reconhecimento ou candidatura, como Marvão e o Cante Alentejano.

A nível cultural, destacam-se vários eventos e associações culturais (o Festival de Jazz, a Feira da Doçaria Conventual, as Festas da Cidade, além de várias Feiras de Gastronomia Regional, Feiras Islâmicas, Feiras Medievais e Feiras da Castanha).

A Câmara Municipal de Portalegre serve 6 freguesias rurais: Alagoa; Alegrete; Fortios; Reguengo e São Julião; Ribeira de Nisa e Carreiras; Urra, e 1 freguesia urbana: Sé e São Lourenço.

Locais sugeridos para visita: Fundação Robinson, Museu Municipal, Sé Catedral, Castelo, Casa - Museu José Régio, Museu da Tapeçaria de Portalegre Guy Fino, Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre, Mosteiro de São Bernardo, Galeria de S. Sebastião, entre muitos outros.

 imagem2

QUEM SOMOS

O Concelho de Portalegre fica situado no Norte Alentejano, em pleno coração do Parque Natural da Serra de S. Mamede. É constituído por sete freguesias, uma urbana (Sé e São Lourenço) e seis rurais (Alagoa, Alegrete, Fortios, Reguengo e São Julião, Ribeira de Nisa e Carreiras e Urra). Tem uma superfície de 464 Km2 e cerca de 26 mil habitantes.

A urbe, com cerca de 16 mil habitantes, desenvolveu-se principalmente a partir do século XVI, época em que foi elevada a sede de Bispado e à categoria de Cidade, o que, conjuntamente com o progresso económico decorrente da agricultura, do comércio e também da indústria, levou à existência de famílias nobres e burguesas que mandaram construir residências com uma certa grandiosidade. Por esse facto, Portalegre possui um dos melhores conjuntos de casas solarengas do país.

A cidade tem uma forte tradição industrial. O fabrico de panos de lã data da Idade Média, mas conheceu um notável desenvolvimento a partir do séc. XVIII e, no seguinte, com a fundação da Real Fábrica de Lanifícios, por iniciativa do Marquês de Pombal. No século XIX surgiu a Fábrica Robinson, dedicada à preparação e transformação de cortiça, que é parte integrante da memória de Portalegre e que possui um valioso espólio de arqueologia industrial. Em 1947 surge a Manufactura de Tapeçarias, que pela originalidade e valor artístico dos seus trabalhos, depressa se tornou no “ex- líbris“ da cidade.

 

COMO CHEGAR

Se vier da zona de Lisboa, apanhe o IP7 e tome a direção 7 (Espanha, Évora), e depois siga a saída 7 (Portalegre, Estremoz). Continue no IP2, tome a saída Estremoz/Espanha e siga em direcção a Portalegre.

Se vier da zona do Porto, apanhe a A1 e siga até à saída 7 (Abrantes/Torres Novas). Continue pela A23, siga a saída 15 (Portalegre/Nisa), passe Nisa e prossiga até Portalegre.

Se vier da zona Sul do País, apanhe o I,P1 e siga até à saída 10 (Lisboa/Messines). Prossiga até à saída 7 (Espanha/Évora/Vendas Novas), e apanhe o IP7. Tome a direção 7 (Espanha, Évora), e depois siga a saída 7 (Portalegre, Estremoz), onde deve continuar em frente até chegar a Portalegre.

ブランドコピー スーパーコピーブランド コピーブランド ブランドバッグコピー ブランドコピー時計 ブランドコピー財布